sábado, 11 de agosto de 2007

Essa semana tive que enumerar 30 caracteríscias positivas de uma determinada pessoa. Daí, pensei com meus botões: "Só trinta? Vou fazer em cinco minutos." O problema é que essa tarefa se mostrou muito difícil ao chegar no número 15. Ai meu deus, ai meu deus. Como é que enumerar 30 qualidade de uma pessoa tão maravilhosa, tão amável, pode se tornar difícil? São falta de qualidades? Não. São falta de palavras.

Pode ser que eu esteja errada, mas é o que eu ando observando. As pessoas vivem tão preocupadas com críticas, reclamações e julgamentos que são poucas as palavras de bem-querer que vêm a nossa mente no momento de utilizá-las.
Acabamos sendo um tanto clichês, cansativos e repetitivos nos nossos elogios, mesmo que sinceros. E de tanto ouvir as mesmas coisas, das duas, uma: ou o elogiado realmente acredita naquilo, ou ele não leva mais em consideração. Tudo depende da auto-estima.

E outra, os elogios estão cada vez mais em baixa. As pessoas tão com a mania de concentrar tempo e energia nos pontos fracos das pessoas, nas críticas, quando na verdade poderiam se perguntar qual a solução pra aquilo tudo. Com pensamentos ruins, atitudes negativas, a gente acaba afastando as pessoas e coisas legais de perto da gente, e, como diria a Maíra, isso gera mais uma aplicação de Botox futuramente. E alguns neurônios a menos por causa do estresse.

É isso o que eu vou fazer: vou atrás de algo novo pra validar meus amigos. E, parafraseando o Rei do Elogio, eu vou começar é de agora:

Maíra, você é uma pessoa incrivelmente INOXIDÁVEL. Tô contigo e não abro. :*****


Um comentário:

Maíra Suspiro disse...

hahaha. adorei o texto. e tomei um susto - dos bons - quando li o final! #) adorei mesmo :*

e ainda mais tu dizendo que eu sou inoxidável! rá! otimo, porque eu vivo exposta ao vento e ao escambau.. assim fico mais tranquila! :D

beijo, querida Devans :*